You are currently browsing the daily archive for 01/12/2007.

O recente lançamento do Kindle, o leitor de e-books da Amazon, tem honras de manchete no suplemento digital do Público de hoje, 1 de Dezembro, numa pormenorizada análise de Isabel Coutinho. Conta ainda com as opiniões de dois especialistas na área, um português, José Afonso Furtado, autor de várias obras sobre o futuro do livro e que esta semana lançou na Casa Fernando Pessoa O Papel e o Píxel – Do Impresso ao Digital: Continuidades e Transformações (ed. Ariadne), e outro francês, Lorenzo Soccavo, autor de Gutenberg 2.0 – Le Futur du Livre (M2 Editions) e do videoblogue Nouvolivractu 2.0. Nenhum deles se mostrou particularmente entusiasmado com o Kindle.

O Amazon Kindle serve para ler livros, jornais e blogues. É reduzidas dimensões 134,5 mm x 19 mm x 18 mm, pesa cerca de 300 g e possui um ecrã de 600×800. Não é preciso ligar o aparelho a um computador, tem um serviço de banda larga EV-DO (Evolution Data Optimized) utilizado pelos telemóveis, sem ter que se pagar mais por isso através da Amazon Whispernet. Custa 399 dólares (270 euros) e liga-se directamente à loja da Amazon. com, onde estão disponíveis 90 mil títulos a 9,99 dólares (7 euros) cada um. Menos de um minuto é o que demora entre a compra do livro e ele estar disponível para leitura no Kindle. O ecrã é a preto e branco e usa a tecnologia e-Ink, com 4 graus de cinzento. Lê livros em formato Kindle (AZW, uma variante de HTML), Mobipocket (se não tiverem DRM), e lê também ficheiros Word ou PDF mas só se forem enviados para o Kindle por e-mail e depois convertidos pela Amazon – mas esse serviço não é grátis (10 cêntimos de dólar por cada e-mail). Os blogues e os jornais também requerem assinatura paga. Pode ler durante 30 horas sem se precisar de carregar a bateria. Armazena 200 livros, permite ligação à Wikipedia, sublinhar palavras e procurar no dicionário. Tem teclado (para escrever notas), mas não tem caneta.

Anúncios

 O Centro de Informação Europeia Jacques Delors reformulou em Novembro a sua biblioteca na Internet, que pretende ser uma referência nacional para o acesso aos documentos sobre assuntos europeus

 

Resultado de uma parceria com a Direcção-Geral de Assuntos Europeus, a Infoeuropa apresenta agora um interface de pesquisa mais acessível e usável, bem como novos serviços e funcionalidades.

 

A biblioteca reúne um espólio de cerca de 30 mil registos de documentos, entre os quais tratados, catálogos, brochuras e periódicos, sendo possível fazer o download gratuito de edições em formato electrónico.

 

Fonte: Portal do Cidadão

 

 

logo_be_15-16

Estatística

  • 2.076.190 visitas

Videoteca - DVD para empréstimo na Biblioteca

dvdcolec
melhornet
Bookmark and Share diigo it

Ler ebooks

Arquivos

Dezembro 2007
S T Q Q S S D
« Nov   Jan »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Comentários Recentes

SUAN em Provérbios de Maio
khanny merlina em Quantas vezes já pensaste…
joão marcelo nascime… em “Leilão de jardim”…
fhidafhui em Provérbios sobre o São Ma…
Sandy Matos em Provérbios de Setembro
feiradolivro
Anúncios
%d bloggers like this: