You are currently browsing the daily archive for 11/12/2007.

No início do próximo ano, a Biblioteca Nacional Digital, departamento da Biblioteca Nacional, vai disponibilizar um conjunto de Enciclopédias e Dicionários em Portugal do século XVII ao século XIX e ainda 300 mil páginas de jornais portugueses do século XIX.
Ler desenvolvimento da notícia no Diário Digital.

Anúncios

Trabalho realizado pelos alunos do Clube de Artes Plásticas, ano lectivo 2006/07.

Autores: Paul Stewart e Chris Riddell (Il.)
Editor: Porto Editora
Colecção: Crónicas do Abismo
Ano de Edição: 2007
N.º de Páginas: 288

Sinopse:
O teu destino espera-te para além dos Bosques Profundos…

Abandonado à nascença nos perigosos Bosques Profundos, Twig foi criado por uma família de trolls do bosque. Numa noite fria, Twig faz o que nunca nenhum troll do bosque tinha feito: desvia-se do trilho.
Assim começa uma aventura empolgante que levará Twig através de um mundo de pesadelos, habitado por duendes, feras sanguinárias e árvores carnívoras. Um único desejo impele Twig a enfrentar todos os perigos: a ânsia de descobrir a sua verdadeira identidade e o seu destino…

Críticas de imprensa
“Espantosamente original.”
The Guardian (UK)

“Uma fantasia muito imaginativa (…) Uma das colaborações mais extraordinárias entre um escritor e um ilustrador desde há muito tempo.”
The Literary Review (UK)

“Fabulosamente ilustrado (…) e escrito com muita elegância.”
The Sunday Times

Sinopse: Porto Editora

Sobre os autores:

http://www.stewartandriddell.co.uk

http://www.fantasticfiction.co.uk/s/paul-stewart

Até ao dia de Natal, publicaremos todos os dias um poema de um autor português sobre o Natal. Este é o quinto:
________________________________________________

Não digo do Natal – digo da nata
do tempo que se coalha com o frio
e nos fica branquíssima e exacta
nas mãos que não sabem de que cio

nasceu esta semente; mas que invade
esses tempos relíquidos e pardos
e faz assim que o coração se agrade
de terrenos de pedras e de cardos

por dezembros cobertos. Só então
é que descobre dias de brancura
esta nova pupila, outra visão,

e as cores da terra são feroz loucura
moídas numa só, e feitas pão
com que a vida resiste, e anda, e dura.

Pedro Tamen

logo_be_15-16

Estatística

  • 2.091.094 visitas

Videoteca - DVD para empréstimo na Biblioteca

dvdcolec
melhornet
Bookmark and Share diigo it

Ler ebooks

Arquivos

Dezembro 2007
S T Q Q S S D
« Nov   Jan »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Comentários Recentes

SUAN em Provérbios de Maio
khanny merlina em Quantas vezes já pensaste…
joão marcelo nascime… em “Leilão de jardim”…
fhidafhui em Provérbios sobre o São Ma…
Sandy Matos em Provérbios de Setembro
feiradolivro
Anúncios
%d bloggers like this: