You are currently browsing the monthly archive for Janeiro 2009.

amor1

No âmbito da comemoração da semana dos afectos e do Dia do Patrono, iniciámos a publicação de uma série de 20 poemas de amor de poetas famosos.

Este é o sexto:

Amar!

 

Eu quero amar, amar perdidamente!

Amar só por amar: aqui… além…

Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente…

Amar! Amar! E não amar ninguém!

 

 

Recordar? Esquecer? Indiferente!…

Prender ou desprender? É mal? É bem?

Quem disser que se pode amar alguém

Durante a vida inteira é porque mente!

 

 

Há uma primavera em cada vida:

É preciso cantá-la assim florida,

Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar!

 

 

E se um dia hei-de ser pó, cinza e nada

Que seja a minha noite uma alvorada,

Que me saiba perder… pra me encontrar…

 

 

Florbela Espanca

A Fundação Calouste Gulbenkian inaugura a 12 de Fevereiro, data do bicentenário do nascimento de Charles Darwin, a exposição «A Evolução de Darwin», que celebra também os 15o anos da publicação do livro A Origem das Espécies, obra fundadora da teoria da evolução. A exposição dará a conhecer a teoria da evolução de Darwin – uma das mais importantes conquistas da história da Ciência – bem como as suas ligações à biologia e à medicina contemporâneas. Paralelamente a esta iniciativa, decorrerão actividades organizadas para todas as idades, um programa educativo destinado a alunos do ensino básico e secundário e ainda a discussão diária de temas sobre a evolução no blogue http://a-evolucao-de-darwin.weblog.com.pt/

Recursos sobre Darwin

amor1

No âmbito da comemoração da semana dos afectos e do Dia do Patrono, iniciámos a publicação de uma série de 20 poemas de amor de poetas famosos.

Este é o quinto:

Ao Amor Antigo

 

 

O amor antigo vive de si mesmo,

não de cultivo alheio ou de presença.

Nada exige nem pede. Nada espera,

mas do destino vão nega a sentença.

 

O amor antigo tem raízes fundas,

feitas de sofrimento e de beleza.

Por aquelas mergulha no infinito,

e por estas suplanta a natureza.

 

Se em toda parte o tempo desmorona

aquilo que foi grande e deslumbrante,

a antigo amor, porém, nunca fenece

e a cada dia surge mais amante.

 

Mais ardente, mas pobre de esperança.

Mais triste? Não. Ele venceu a dor,

e resplandece no seu canto obscuro,

tanto mais velho quanto mais amor.

 

Carlos Drummond de Andrade

Vodpod videos no longer available.

amor1

No âmbito da comemoração da semana dos afectos e do Dia do Patrono, iniciámos a publicação de uma série de 20 poemas de amor de poetas famosos.

Este é o quarto:

Amor

o teu rosto à minha espera, o teu rosto
a sorrir para os meus olhos, existe um
trovão de céu sobre a montanha.

as tuas mãos são finas e claras, vês-me
sorrir, brisas incendeiam o mundo,
respiro a luz sobre as folhas da olaia.

entro nos corredores de outubro para
encontrar um abraço nos teus olhos,
este dia será sempre hoje na memória.

hoje compreendo os rios. a idade das
rochas diz-me palavras profundas,
hoje tenho o teu rosto dentro de mim.

José Luís Peixoto, in “A Casa, A Escuridão”

Este ano será indiscutivelmente o ano de Charles Darwin: comemora-se simultaneamente o bicentenário do nascimento do grande naturalista inglês (12 de Fevereiro), e também os 150 anos da publicação do livro A Origem das Espécies (24 de Novembro). Para quem pretende saber mais sobre o tema, aqui fica um conjunto de recursos. A não perder também a a exposição «A Evolução de Darwin», na Fundação Calouste Gulbenkian.

Não percas a apresentação sobre Darwin – clica aqui

Livros:

  • Jonathan Weiner, O Bico do Tentilhão, Editoral Caminho.
  • Charles Darwin, Autobiografia, Relógio D’Água Editores.
  • Jonathan Howard, Darwin, D. Quixote.
  • Vários autores, Evolução: História e Argumentos, Esfera do Caos Editores.
  • Janet Browne, A Origem das Espécies de Darwin, Gradiva Publicações.
  • Joaquim Carreira das Neves & Teresa Avelãs, Criação e Evolução + Darwin e Evolução, Bertrand (no prelo)
  • Teresa Avelar, Margarida Matos, Carla Rego, Quem Tem Medo de Charles Darwin? Relógio d’ Água
  • Pascual Comín del Río, Darwin – Una Evolución Extraordinaria, Pearson (Ed. espanhola)
  • Charles Darwin, Autobiografia, Relógio d’ Água
  • Charles Darwin, Sobre a Selecção Natural, Coisas de Ler
  • Luís Cugota, Chamo-me… Charles Darwin, Didáctica Editora
  • Patrick Tort, Darwin e a Ciência da Evolução, Diversos (Ed. brasileira)
  • Luca Novelli, Darwin e a Verdadeira História dos Dinossauros, Editora Gatafunho
  • José Jorge Letria, Henriqueta, a tartaruga de Darwin, Texto Editores (com ilustrações de Afonso Cruz)

Em Linha

Em língua portuguesa:

Em inglês

amor1

No âmbito da comemoração da semana dos afectos e do Dia do Patrono, iniciámos a publicação de uma série de 20 poemas de amor de poetas famosos.

Este é o terceiro:

O Amor é o Amor

O amor é o amor — e depois?!
Vamos ficar os dois
a imaginar, a imaginar?…

O meu peito contra o teu peito,
cortando o mar, cortando o ar.
Num leito
há todo o espaço para amar!

Na nossa carne estamos
sem destino, sem medo, sem pudor
e trocamos — somos um? somos dois?
espírito e calor!

O amor é o amor — e depois?

Alexandre O’Neill, in ‘Abandono Vigiado’

Eis alguns recursos sobre a escritora Luísa Ducla Soares, que nos visitará no dia 6 de Maio:

amor1

No âmbito da comemoração da semana dos afectos e do Dia do Patrono, iniciámos a publicação de uma série de 20 poemas de amor de poetas famosos.

Este é o segundo:

Aprendamos, Amor

 

 

Aprendamos, amor, com estes montes
Que, tão longe do mar, sabem o jeito
De banhar no azul dos horizontes.

Façamos o que é certo e de direito:
Dos desejos ocultos outras fontes
E desçamos ao mar do nosso leito.

José Saramago, in “Os Poemas Possíveis”

Visual Poetry - ImageChef.com

Para te poderes inspirar para o Concurso dos Afectos, aqui fica uma lista de livros em que o amor inspirou a arte:

diasOs Dias do Amor
Um poema para cada dia do ano

Inês Ramos

Cem Sonetos de Amor
Pablo Neruda

366 Poemas Que Falam de Amor
Escolhidos por Vasco Graça Moura

A Linguagem do Amor
Uma celebração do amor e da paixão
Megan Tresidder

Perdidamente
Correspondência Amorosa 1920-1925

Florbela Espanca

cartasCartas de Amor de Grandes Homens
Ursula Doyle

Qual é a Minha ou a Tua Língua?
Cem Poemas de Amor de Outras Línguas
Vários

Amor de Perdição
Camilo Castelo Branco

Eu Cantarei de Amor
Luís de Camões, Amelia Pinto Pais

Lendas de Amor
Gentil Marques

O Amor de Pedro e Inês
José Jorge Letria

cemsonetosVinte Poemas de Amor e uma Canção Desesperada
Pablo Neruda

366 Pensamentos de Amor e Amizade
Vários

Os Mais Belos Poemas de Amor
José Viale Moutinho

Poemas de Amor
Antologia de poesia portuguesa

Inês Pedrosa

logo_be_15-16

Estatística

  • 1,856,528 visitas

Videoteca - DVD para empréstimo na Biblioteca

dvdcolec
melhornet
Bookmark and Share diigo it

Ler ebooks

Arquivos

Janeiro 2009
S T Q Q S S D
« Dez   Fev »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Comentários Recentes

SUAN em Provérbios de Maio
khanny merlina em Quantas vezes já pensaste…
joão marcelo nascime… em “Leilão de jardim”…
fhidafhui em Provérbios sobre o São Ma…
Sandy Matos em Provérbios de Setembro
feiradolivro
%d bloggers like this: