You are currently browsing the monthly archive for Fevereiro 2009.

p1040183
Querias uma carta de amor?
Fica a saber que o AMOR
Tem mil faces!
E a mais bela é a que chega
Numa palavra amiga,
Num olhar atento,
E às vezes
Num silêncio que se respeita.
Agradeço a todos os
Meus AMORES,
O Amor que me dedicam…
Todos os dias!

Zilda Mesquita

8

PARA TI, MANEL,

Os teus paços leves
Sobreçaltam a noça alma.
Mergulhamos num turpor prufondo
Carregado de desejo.
Estranho é…
Que ao mordermus as palavras
Que noça garganta trava
Sentimos…
O doce paladar a Fresky.
Anciozamente aspiramos
Ligando o turbo do aspiradôr a vapôr…
Que comprámos ultimamente no Rádio Popular.
Sim… porque nós é que não çomos parvas…
nem forretas.
Teu ar grizalho são flocos de neve
Que acalmam o noço fogo
E baixão o nosso colesterol.
Tudo em ti enternesse a noça alma
e o nosso ser todo ( ,rins, esquleto,
e demais orgãns, entre outros, ).
Quando pensamos em ti
Apodérace tal desorientassão
Que sermos mutiladas com vidros (… nos pés)
É apenas um pequeno devaneio.
Tremem-nos os joêlhos
Quando entras sorridente
Ofuscando-nos com todo o teu
esplendor!

Organização Fresky-Vampiros

29/01/2009

Queridos Fernándo, Enrique e Flipe,

Flipe, sentímos a tua auzênssia.
O teu instrumento, o teu longo instrumento,
tirános do çério. Cem ti, a alegria isvaisse.

Fernándinho, ou melhor, Nándinho,
As horas que paçamos de volta do teu instrumento…
Aqueces-nos a vós.
Gritamos a compaço. Exigimos pandeirétas.

Enrique, a tua posiçam perturbanos a alma.
Marabilha do iquelibrio umano.
Trememos quando tu osxilas e saltas para a prancha.
Agarrem-nos… queremos mergulhar.

Seguranos, Esabel, senão perdemos a vós.

Assin.: As coristas ou melhor, as bem conhessidas e famósas
as Paçarinhas da PAN

____________________________________________________

Escrevo junto ao coração…
O que quer dizer que escrevo com as costelas e parte do esterno.
Também gostava de escrever com o coração, mas ainda hoje mesmo ouvi que é muito saboroso em strogonoff.
Outros dizem que é muito bom em vinha-de-alhos.
Cá para mim, gosto mesmo é de rins… de coelho, de preferência.
Mas voltando ao assunto do coração…
Bate, bate-me e eu anseio
eu aspiro
por ti…
por ti, minha beleza, que me
avisas com o teu mavioso trim, trim que acabou o dia e que posso ir para casa e que…
mais umas horas, posso ver o Dexter, meu psicopata preferido e meu entretenimento nocturno mais recente.
É assim o meu amor pelo meu coração, que espero que bata por muitos e longos…

LF 29/01/2009

____________________________________________________

CARTA DE AMOR ou será CANTIGA DE AMOR?

Sempre bem-disposta
Sempre amiga
Galhofa para a direita
Galhofa para a esquerda
Ai não me sai nada
És espectacular.
Sei lá…
De tudo um pouco.
E viva o amor.
Engraçadinha
Poupadinha
Fofinha
Bonitinha…
É a nossa Helena Farinha.
Carta escrita por 6 pessoas

p1040185

VIVA O AMOR COM PALAVRAS ESCRITAS E FALADAS

Se me disser que me ama, acreditarei.
Mas se me escrever que me ama,
Acreditarei ainda mais.

Por isso HOJE e SEMPRE…

…Mate saudades, peça desculpa, aproxime-se.
Recupere o tempo perdido, insinue-se.
Alegre alguém,
Ofereça um “Bom Dia” todos os dias
Faça um carinho,
Um mimo especial.

Use a palavra a todo o instante,
De todas as maneiras.
Sua força é imensurável.

Lembre-se sempre do poder das palavras.

Fev.2009
EB Padre Alberto Neto | RIO DE MOURO

Armando Pereira
Prof. Sénior EVT

11
Apaixonada é a data,
De catorze de Fevereiro,
Dia de S. Valentim,
Santo do amor padroeiro.

É um santo que inspira,
Românticos e apaixonados,
Por consagrar este dia,
A todos os enamorados.

S. Valentim ao amor,
Parece dar mais sentido,
Do que os deuses do mundo,
E até que o próprio Cupido.

Corações, cartões e rosas,
Ou com carinho uma flor,
Oferecem-se nesta data,
Com declarações de amor.

Beijos, abraços, carícias,
Caracterizam este dia,
Sentidos símbolos de afecto,
Onde há ternura e magia.

Que esta bela tradição,
Se mantenha sempre assim,
Dando ao amor distinção,
E honrando S. Valentim !…

Lucília Oliveira

3

AMOR É…

… provocares o meu riso
… trazeres o meu saco pesado para o carro
… insinuares-te quando menos espero
… adormeceres ao meu lado
… veres comigo um filme romântico
… inspirares-me
… ficares à espera que as tuas “meninas” façam as compras
… passearmos de mão dada à beira mar
… cuidares das minhas lágrimas
… ofereceres-me rosas e antúrios
… dizeres que a comidinha está muito boa
… viajarmos juntos até à Finlândia
… seres o companheiro da minha vida
Helena Farinha (2009)

10

Momentos de ternura


Tempo de preparação: um piscar de olhos
Tempo de conservação: toda uma vida

INGREDIENTES
PARA A BASE:
– 1 pessoa especial;
– 1 milhão de provas de confiança;
– quilos de afinidade;
– 1 presença constante;
– muito carinho.

PARA O RECHEIO:
– 1 pitada de saudades;
– 1 abraço caloroso;
– 1 sorriso;
– uma infinidade de palavras afectuosas;
– beijinhos q.b.

MODO DE PREPARAÇÃO:
A BASE:
Pense numa pessoa muito especial na sua vida. Lembre-se de 1 milhão de provas de confiança que ela lhe deu desde sempre. Misture-lhe os quilos de afinidade que sempre houve entre vós. Acrescente o valor da sua presença constante nos bons e maus momentos. Deixe marinar com carinho até sentir saudades dela.

O RECHEIO:
Quando não aguentar as saudades, procure encontrar-se com ela. Envolva-a num abraço caloroso. Tempere com um sorriso e polvilhe-a com uma infinidade de palavras afectuosas. Adicione uns beijinhos e diga-lhe que gosta dela.

SUGESTÃO DO CHEFE:
Saborear cada momento com muita ternura.

Anabela Morais

Um conjunto de seis filmes do Festival Indie Júnior direccionados para alunos do 2.º ciclo:

A Borbulha (The Zit)


Realizado por Mike Blum
País de origem: EUA
Duração: 10 minutos
Sinopse
Um rapaz, ao sair de casa para a festa da escola, defronta–se com a sua primeira borbulha. E que borbulha!

Animalz


Realizado por Sérgio Cruz
País de origem: Portugal/Reino Unido
Duração: 3 minutos
Sinopse
Filme experimental que mostra animais, representados por crianças, em diversos habitats.

Fixe! O Adriano Dança (Stark! Adrian Tanzt)


Realizado por Manuel Fenn
País de origem: Alemanha
Duração: 15 minutos
Sinopse
Adriano frequenta uma escola de dança clássica e treina duramente. Mesmo que se canse por ter de trabalhar tanto, sabe que essa é a única maneira de vir a ser um bom dançarino. A sua paixão pela dança não é compreendida por muitos miúdos, o que lhe cria alguns maus momentos. O seu pai, condutor de máquinas pesadas, é, pelo contrário, o seu maior fã!

Nus – Compreender os Adolescentes: Minouk (Bloot)


Realizado por Mischa Kamp
País de origem: Holanda
Duração: 6 minutos
Sinopse
Retratos de pré-adolescentes em luta com as alterações do seu corpo. Uma rapariga com excesso de peso fala da discriminação a que é sujeita pelos colegas.

O Conto de Como (The Tale of How)


Realizado por The Blackheart Gang
País de origem: África do Sul
Duração: 4 minutos
Sinopse
Em O Conto de Como, Otto, um polvo gigante com uma árvore nascida sobre a cabeça, devora tudo que vê pela frente. Os pobres pássaros Dodo unem-se e conseguem escapar ao terrível tirano.

Pilala


Realizado por Theo Papadoulakis
País de origem: Grécia
Duração: 15 minutos
Sinopse
Antypas, de 12 anos, causa alvoroço enquanto atravessa a aldeia de Creta, onde vive, em direcção ao café de seu avô, o único lugar com electricidade depois de uma falha de energia. Tenta chegar a tempo de assistir à corrida do seu atleta favorito.

Os Exames Nacionais de Língua Portuguesa e Matemática vão realizar-se no dias 19 e 22 de Junho, respectivamente, às 9 horas. Para mais informações sobre estes exames, clica aqui.

Para te ajudar a preparar estas provas, temos à tua disposição na biblioteca, entre outros títulos, os seguintes livros:

Preparação para o Exame Nacional – Matemática – 9.º Ano, Porto Editora

Preparação para o Exame Nacional – Língua Portuguesa – 9.º Ano, Porto Editora

Já está disponível o calendário das provas de aferição deste ano:

Datas de realização das Provas de Aferição dos 4.º e 6.º anos de escolaridade
• Língua Portuguesa – 18 de Maio de 2009 – 10.00 horas
• Matemática – 20 de Maio de 2009 – 10.00 horas

Data da publicitação das pautas com os resultados obtidos pelos alunos

• 18 de Junho de 2009

E não te esqueças: na biblioteca estão à tua disposição inúmeros recursos que poderão ajudar a preparar estas provas.

A Lâmpada de Aladino

A Lâmpada de Aladino

Esta semana sugerimos-te o mais recente livro de Luis Sepúlveda, uma colectânea de contos intitulada  A Lâmpada de Aladino.
Enquanto os nomearmos e contarmos as suas histórias, os nossos mortos nunca morrem, diz a certa altura um personagem. Foi precisamente para resgatar do esquecimento momentos, lugares e existências irrepetíveis que Luis Sepúlveda escreveu A Lâmpada de Aladino, uma lâmpada de onde surgem, como por arte de magia, treze contos magistrais.
A Alexandria de Kavalis, o Carnaval em Ipanema, uma cidade de Hamburgo fria e chuvosa, a Patagónia, Santiago do Chile nos anos sessenta, a recôndita fronteira do Peru, Colômbia e Brasil, são alguns dos cenários deste livro. Nas suas histórias, cada uma delas um romance em miniatura, Luis Sepúlveda dá vida a personagens inesquecíveis, prendendo o leitor da primeira à última página.

logo_be_15-16

Estatística

  • 1,812,200 visitas

Videoteca - DVD para empréstimo na Biblioteca

dvdcolec
melhornet
Bookmark and Share diigo it

Ler ebooks

Arquivos

Fevereiro 2009
M T W T F S S
« Jan   Mar »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728  
feiradolivro
%d bloggers like this: