You are currently browsing the daily archive for 06/02/2009.

Paulo Gonzo & Olavo Bilac – Jardins Proibidos

E a letra:
Quando amanheces,logo no ar,
Se agita a luz sem querer,
E mesmo dia,vem devagar,
Para te ver.

E já rendido,vê-te chegar,
Desse outro mundo só teu,
Onde eu queria, entrar um dia,
P’ra me perder.
P’ra me perder, nesses recantos
Onde tu andas, sozinha sem mim,
Ardo em ciúme desse jardim,
Onde só vai quem tu quiseres,
Onde és senhora do tempo sem fim,
Por minha cruz, jóia de luz,
Entre as mulheres.

Quebra-se o tempo, em teu olhar,
Nesse gesto sem pudor,
Rasga-se o céu, e lá vou eu,
P’ra me perder.

P’ra me perder, nesses recantos
Onde tu andas sozinha sem mim,
Ardo em ciume desse jardim
Onde só vai quem tu quiseres
Onde és senhora do tempo sem fim,
Por minha cruz, Jóia de luz
Entre as mulheres…

Anúncios

amor1

No âmbito da comemoração da semana dos afectos e do Dia do Patrono, iniciámos a publicação de uma série de 20 poemas de amor de poetas famosos.

Este é o décimo segundo:

Poema de Amor

 

Se te pedirem, amor, se te pedirem
que contes a velha história
da nau que partiu
e se perdeu,
não contes, amor, não contes
que o mar és tu
e a nau sou eu.

E se pedirem, amor, e se pedirem
que contes a velha fábula
do lobo que matou o cordeiro
e lhe roeu as entranhas,
não contes, amor, não contes
que o lobo é a minha carne
e o cordeiro a minha estrela
que sempre tu conheceste
e te guiou — mal ou bem.

Depois, sabes, estou enjoado
desta farsa.
Histórias, fábulas, amores
tudo me corre os ouvidos
a fugir.

Sou o guerreiro sem forças
para erguer a sua espada,
sou o piloto do barco
que a tempestade afundou.

Não contes, amor, não contes
que eu tenho a alma sem luz.

…Quero-me só, a sofrer e arrastar
a minha cruz.

Fernando Namora, in “Relevos”


GORBACHEV
Em vez de esperar os próximos dez ou quinze anos desenvolvendo novas defesas espaciais, que pretensamente visam inutilizar armas nucleares, não seria mais sensato eliminar essas armas? – MIKHAIL GORBACHEV

Quando Mikhail Gorbachev se tornou secretário-geral do Partido Comunista e líder da União Soviética, em 1985, muitos observadores internacionais anunciaram o começo de uma nova era no governo soviético. Finalmente surgira uma figura jovem e dinâmica, que dispensava muitos dos enfadonhos protocolos apreciados pelos seus predecessores e apontava abertamente alguns delicados problemas domésticos, como a ineficiência da indústria e da agricultura soviéticas, e o alto índice de alcoolismo no país.

logo_be_15-16

Estatística

  • 2.091.100 visitas

Videoteca - DVD para empréstimo na Biblioteca

dvdcolec
melhornet
Bookmark and Share diigo it

Ler ebooks

Arquivos

Fevereiro 2009
S T Q Q S S D
« Jan   Mar »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728  

Comentários Recentes

SUAN em Provérbios de Maio
khanny merlina em Quantas vezes já pensaste…
joão marcelo nascime… em “Leilão de jardim”…
fhidafhui em Provérbios sobre o São Ma…
Sandy Matos em Provérbios de Setembro
feiradolivro
Anúncios
%d bloggers like this: