You are currently browsing the daily archive for 08/02/2009.

Rodrigo Leão – A Casa


Letra:

Sentir de novo
Aquela dor
A pouco a pouco respirar
Aquele amor que foi
Vivido e esquecido
Em segredo
Como ninguém

Perdoar
Como perdoar
Há tanto tempo que eu queria mudar
Queria voltar
Acordar
Deixar o dia passar devagar
Assim ficar

Sentir de novo
Aquele amor
A pouco a pouco consolar
Aquela dor que foi sentida e sofrida
Em silêncio

Chegar de novo
Sentir o amor
Voltar a casa sem pensar
Deixar a luz entrar
Esquecer aquela mágoa
Sem ter medo
Como ninguém

Encontrar
Poder encontrar
Todas as coisas que eu não soube dar
Saber amar
Perdoar
Saber perdoar
Há tanto tempo que eu queria mudar
Queria voltar
Aceitar
Deixar que o tempo te faça voltar
Saber esperar

Anúncios

amor1

No âmbito da comemoração da semana dos afectos e do Dia do Patrono, iniciámos a publicação de uma série de 20 poemas de amor de poetas famosos.

Este é o décimo quarto:

Amor

A jovem deusa passa
Com véus discretos sobre a virgindade;
Olha e não olha, como a mocidade;
E um jovem deus pressente aquela graça.

Depois, a vide do desejo enlaça
Numa só volta a dupla divindade;
E os jovens deuses abrem-se à verdade,
Sedentos de beber na mesma taça.

É um vinho amargo que lhes cresta a boca;
Um condão vago que os desperta e toca
De humana e dolorosa consciência.

E abraçam-se de novo, já sem asas.
Homens apenas. Vivos como brasas,
A queimar o que resta da inocência.

Miguel Torga, in ‘Libertação’


NEHRU

O nosso principal interesse nos assuntos mundiais é a paz — fazer com que haja igualdade racial e que os povos subjugados se tornem livres. Quanto ao resto, procuramos não interferir e desejamos que outros povos não interfiram em nossos assuntos. — JAWAHARLAL NEHRU
Não mudaremos o curso da História virando os rostos dos retratos para a parede. – JAWAHARLAL NEHRU

A luta pela independência da índia firmou o renome de heróis quase lendários, como Mohandas Gandhi. Mas nenhum deles marcou o destino do país como Nehru, seu primeiro governante. Administrador da difícil transição no final do período colonial, ele encetou os caminhos da modernização e projectou a Índia para uma posição destacada na comunidade internacional.
Jawaharlal Nehru nasceu numa abastada família brâmane de Caxemira, em 1889, e estudou advocacia na Inglaterra. De volta à Índia, o jovem advogado conheceu Gandhi e engajou-se no movimento pela independência, chegando a ser o presidente do Congresso Nacional Indiano, a principal organização de oposição ao controle britânico. Primeiro-ministro a partir de 1947, quando os ingleses deixaram o país, Nehru cunhou o modelo político e económico indiano com fortes matizes socialistas, enfrentou os conflitos religiosos e étnicos internos, e os atritos de fronteira com a China e o Paquistão. No comando de um país castigado pela extrema pobreza da maioria da população, ele foi capaz de colocar as preocupações nacionais dentro de uma perspectiva internacional. Defensor da política de não-alinhamento em relação às superpotências, converteu a índia em um país líder do Terceiro Mundo.
Quando morreu, em 1964, tamanha era a popularidade de Nehru que se criou uma espécie de dinastia. A sua filha, Indira, o substituiu como primeiro-ministro. Quando ela foi assassinada em 1984, seu filho Rajiv Gandhi ascendeu ao poder.

logo_be_15-16

Estatística

  • 2.079.612 visitas

Videoteca - DVD para empréstimo na Biblioteca

dvdcolec
melhornet
Bookmark and Share diigo it

Ler ebooks

Arquivos

Fevereiro 2009
S T Q Q S S D
« Jan   Mar »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728  

Comentários Recentes

SUAN em Provérbios de Maio
khanny merlina em Quantas vezes já pensaste…
joão marcelo nascime… em “Leilão de jardim”…
fhidafhui em Provérbios sobre o São Ma…
Sandy Matos em Provérbios de Setembro
feiradolivro
Anúncios
%d bloggers like this: