Dwight David Eisenhower nasceu em Denison, Texas, em 14 de Outubro de 1890. Em 1911, ingressou cm West Point, iniciando o que viria a ser uma ilustre carreira militar. Com a eclosão da Segunda Guerra Mundial, já general-de-brigada, foi designado para comandar a invasão aliada na África do Norte. Em 1943, o presidente Franklin Delano Roosevelt nomeou-o supremo comandante da Força Expedicionária Aliada na Europa, incumbindo-o de dirigir a mais dramática ofensiva estratégica da guerra: a invasão da Normandia no Dia D.
Terminada a guerra e de volta aos Estados Unidos, Eisenhower foi aclamado herói nacional e solicitado pela população para concorrer à eleição presidencial de 1952. Após vencer o candidato democrata por uma percentagem recorde de votos, o novo presidente revelou-se um astuto jogador no tabuleiro da guerra fria. A sua presidência foi caracterizada por intensa actividade da CIA e pela continuação de alianças estratégicas como a NATO
Embora considerado um líder militar corajoso, Eisenhower também foi um presidente muito criticado pela sua excessiva cautela em relação ao problema racial norte-americano e por ter permitido o desenvolvimento do macarthismo, a mancha que ensombrou a democracia dos Estados Unidos durante a década de 50.

Anúncios