É já no próximo dia 10 de Dezembro que receberemos a visita do escritor Augusto Carlos, no âmbito da plano de actividades da Biblioteca e em articulação com o Departamento de Língua Portuguesa, o Projecto aLEr+ e o Plano Nacional de Leitura.
Augusto Carlos, nasceu em Moçambique, filho de pais portugueses, em Junho de 1955. Formado em engenharia e actualmente a residir em Portugal, é já com a idade de 50 anos que realiza o seu grande sonhos: escrever.
A sua infância em Moçambique, rodeado de uma natureza alegre, intensa, colorida e por vezes assustadora, e a convivência com pessoas de diversas cores e culturas, que o enchiam de curiosidade, haveriam de ser marcantes na sua obra.

Vovô Tsongonhana e Dudinho

A escrita de Augusto Carlos está pois alicerçada na memória de um país imenso, estando sempre presente a necessidade questionar e de compreender o mundo que rodeia: a natureza, as relações humanas, o Homem, Deus e a sua obra.

Obras de Augusto Carlos

Em 2005 editou o seu primeiro romance, As Micaias de Manuna, sob a chancela da Nova Vaga Editora, e desde então já saíram mais 8 obras, entre os quais Vovô Tsongonhana, que as nossas turmas do 5.º ano se encontram a ler. Entretanto, este ano lectivo, uma das obras de Augusto Carlos – A Flamingo de Asa Queg«brada – passou a integrar a lista de obras recomendadas pelo PNL.

Vovô Tsongonhana conta a história de Dudinho, um menino das ruas de Maputo, vai aprender as coisas boas da vida com o «Vovô» Tsongonhana (Pequenino), desde o respeito por tudo o que existe até ao amor e aos problemas dos homens, passando pelo conhecimento da Natureza.

Nesta vida existem muitas coisas para aprender. As mais importantes são aquelas que nos tornam livres e que respeitam a Natureza e as pessoas à nossa volta.

Anúncios