Sinopse:
Patagónia, fim dos anos 90. Uma onda de suicídios consternou Las Heras, uma pequena povoaçãofantasma no Sul argentino, outrora florescente, antes da privatização do petróleo. A maior parte dos mortos tinha cerca de vinte e cinco anos e eram todos filhos de famílias modestas, mas tradicionais, integrados na comunidade. Muito estranho, também, é que nunca tenha sido feita uma lista oficiais dos mortos.
Leila Guerriero viajou até essas paragens e daí resultou um relato que não só reconstrói os acontecimentos trágicos desses anos, como traça um retrato magnífico do quotidiano de uma povoação afastada dos grandes centros urbanos.

Os Suicidas do Fim do Mundo
de Leila Guerriero
Páginas: 192
Editor: Quetzal

Anúncios