Já aqui noticiámos a sessão com a escritora Mafalda Moutinho, em videoconferência, realizada no final do período, que envolveu uma turma do 6.º ano ano e conversa à volta do livro O Oráculo do Velho Mandarim e de outras obras da autora.  Divulgámos agora uma síntese da sessão, elaborada pela turma:

__________________________________________________________________________
No dia 9 de Dezembro de 2009 estivemos em videoconferência com a escritora Mafalda Moutinho, via Skype. A escritora disse que pode vir visitar-nos no final de Abril. Ficamos a contar com a sua visita…
Mafalda Moutinho referiu que foi quando viu o filme “Shrek” que decidiu começar a escrever livros. Nunca tinha pensado ser escritora, mas os seus pais e os seus professores sempre a incentivaram a escrever livros.
Quando estava a escrever o primeiro livro – lembra-se bem – ouviu as notícias do 11 de Setembro.
Mafalda Moutinho não tem palavras para descrever os sentimentos que a invadem quando escreve os livros e os publica. Os pais da escritora são sempre os primeiros leitores.
Inspira-se nas pessoas da rua e nas crianças, para criar as personagens, e nos lugares que visita, para descrever os cenários. Por exemplo, na China viu uns rapazes a comer espetadas de escaravelhos e decidiu pô-los no seu último livro, “ O Oráculo do Velho Mandarim”.
Na nossa escola o professor Luís Neto está a transcrever, para Braille, o “Oráculo do Velho Mandarim”. Vimos o primeiro capítulo. É um enorme volume!
Esta escritora adora mistério, suspense… Gosta de todos os livros que escreveu, mas prefere o primeiro.
Confidenciou que vai fazer um filme a partir de um dos seus livros. Mas não pode dizer mais por enquanto…
Também não pode revelar, ainda, o nome do seu próximo livro. Os títulos surgem, na sua cabeça, antes dos livros. Curioso, não é?
E, com isto tudo, ficámos a saber mais um pouco acerca da escritora Mafalda Moutinho e da sua actividade criativa. Gostámos muito de falar com ela!

6º5

Anúncios