You are currently browsing the daily archive for 09/03/2010.

Integrado no programa de comemorações do Dia da Árvore e do Dia da Poesia, continuamos hoje com publicação de uma colectânea de 20 poemas sobre a árvore ou a natureza, maioritariamente de autores portugueses.

O Jardim

Consideremos o jardim, mundo de pequenas coisas,
calhaus, pétalas, folhas, dedos, línguas, sementes.
Sequências de convergências e divergências,
ordem e dispersões, transparência de estruturas,
pausas de areia e de água, fábulas minúsculas.

Geometria que respira errante e ritmada,
varandas verdes, direcções de primavera,
ramos em que se regressa ao espaço azul,
curvas vagarosas, pulsações de uma ordem
composta pelo vento em sinuosas palmas.

Um murmúrio de omissões, um cântico do ócio.
Eu vou contigo, voz silenciosa, voz serena.
Sou uma pequena folha na felicidade do ar.
Durmo desperto, sigo estes meandros volúveis.
É aqui, é aqui que se renova a luz.

António Ramos Rosa, in “Volante Verde”

Anúncios

POEMAS DO 5.º 1.ª

PARA O DIA DA ÁRVORE E DIA DA POESIA

Poema

Sou um poema!

Estou apaixonado por um tema…

Gosto que me leiam até ao fim.

Cada palavra minha tem um segredo.

Sou um poema!

Gosto de fazer rimas.

Quero rimar para ti!

Sou um poema.

Vou recitar-me!

Sou uma flor

Sou uma flor para ser oferecida por ti.

Sou uma flor e represento o Amor.

Sou uma flor e gosto de estar viva.

Sou uma flor vestida de cor.

Quero ser uma árvore

Quero ser uma árvore.

Oferecer ar puro a toda a gente.

Quero ser uma árvore,

para dançar ao vento.

Quando chegar a Primavera

vou vestir-me de folhinhas verdes

e chamar os passarinhos

para virem fazer os seus ninhos.

Sou a Primavera

Sou a Primavera.

Tenho uma beleza invulgar.

Visto as árvores com muitas folhas.

Trago andorinhas, borboletas

e paisagens de várias cores.

Perfumo o ar com as minhas flores.

A Natureza

Sou a natureza pura.

Tenho belas paisagens,

rios cristalinos e mares azuis.

Cabe tudo dentro de mim.

Sou a natureza para poderes viver.

Sinto o vento, o mar e o fogo.

Faço as árvores.

Chamo o Sol.

Pinto as flores.

Crio os animais.

Faço nascer grandes amores.

logo_be_15-16

Estatística

  • 2.069.531 visitas

Videoteca - DVD para empréstimo na Biblioteca

dvdcolec
melhornet
Bookmark and Share diigo it

Ler ebooks

Arquivos

Março 2010
S T Q Q S S D
« Fev   Abr »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Comentários Recentes

SUAN em Provérbios de Maio
khanny merlina em Quantas vezes já pensaste…
joão marcelo nascime… em “Leilão de jardim”…
fhidafhui em Provérbios sobre o São Ma…
Sandy Matos em Provérbios de Setembro
feiradolivro
Anúncios
%d bloggers like this: