Alguns textos e poemas originais feitos pelos alunos dos Cursos EFA e duma Turma de UFCD (Unidade Formação Curta Duração) a partir duma proposta apresentada numa aula de Linguagem e Comunicação (entre os dias 8 e 12 de Março):

Dia Mundial da Floresta e da Árvore

Porquê?!!
Porque desapareceste e nem notícias me deste,
Apenas algumas tristes folhas deixaste,

Eras o meu porto de abrigo,
A minha confidente silenciosa,
Ouvias sempre as minhas alegrias e tristezas,
Foi contigo a zelar por mim que cresci,

Adormecias-me sempre ao teu colo!
Que triste fim tiveste…
Foste … e nem um adeus me deste!

As Laranjas são os teus frutos,

A beleza e o sabor incomparáveis,

Ramos altos e esbeltos,

A teu lado sonhava,

Não houve dia que não estivesse a teu lado.

Já cá não estás!

E com muita pena minha

Irás continuar sempre no meu pensamento,

Renascerás outra vez,

A beleza permanecerá e frutos terás!

Carla Lima, Turma EFA BC

Ó Pinheiro Manso

Ó pinheiro manso,
Ai que saudades tenho de quando era pequenina,
De dormir a sesta junto ao tronco, na tua sombra,
A ouvir os passarinhos a cantar, os teus frutos a cair,
E eu a guardá-los para o Natal!

Madalena Gonçalves, Turma EFA BC


Lúcia Lima

A Lúcia Lima é uma pequena árvore que vi crescer no meu quintal,
Tem folhas verdes, escuras e lindas flores azuis, em forma de espiga,
Lúcia Lima … além da beleza e do aroma que exala,
Também serve para fins medicinais,
O chá que fazemos das suas folhas serve para ajudar na digestão e acalma-nos!

Filomena M. Dias, Turma EFA BC

SOS Natureza – Rap de Joel capita .a.k.a. liricocientista

Faz tempo que já não oiço pássaros cantar, não é de admirar,
O mar já não tem aquela cor,
água doce? Os rios estão perdendo o seu sabor,
tudo artificial! Eu já não sei o cheiro de uma flor natural ou o cheiro da poeira,
a chuva que dá banho à terra está cheia de manias! Hoje em dia está tudo por um rio,
o que existe agora é o homem e a arma nuclear nuclear! bumm!!! Não estou a acreditar!
cortar aquela árvore só p´ra fazer lenha.
Ai que tristeza!
o homem está a perder o contacto com a natureza,
o feitiço da ciência até hoje nunca pega.
Se a terra falasse ia gritar: não! Cega!!
chega de lixo na esquina ou na rua, p´ra não falar do sol nem da lua.
Só vejo fumo, a natureza já não produz o mesmo sumo,
o homem sem querer está a podar o meio ambiente.
Temos de agir já, imediatamente!

parte 2

P´ra onde foram as abelhas, gafanhotos, borboletas voando nas plantas?
hoje só vejo moscas, mosquitos e baratas, zuim zuim zuim, a toda a hora.
Eu já não aguento mais esta poluição sonora,
o barulho daquela arma disparada para o ar.
o cheiro da gordura que me impede de respirar,
o mar agora só se alimenta de bombas nucleares!

Temos de dar assistência, cuidar das plantas que já vi, com paciência,
será que somos capazes, de respeitar o mar rural, até os animais?
expulsar a guerra da terra porque ela está a mais?
será que o que as árvores nos dão, não nos satisfaz?

Por isso aviso! Protege o meio ambiente como te proteges da Sida;
porque sem a natureza, não há vida!

Joel Brandão Capita, Turma EFA BG

O Cacaueiro

O Cacaueiro é a árvore mais importante da minha terra – São Tomé e Príncipe,
Gosto muito dela porque me faz sentir bem,
O seu fruto é uma delícia, chama-se cacau e é dele que nasce o chocolate, que apaixona todos nós, porque podemos fazer coisas maravilhosas com ele!
Sem o cacau … nunca saberíamos o sabor do chocolate,
É como uma voz doce, que nunca deixamos de ouvir!

Nascimenta Lima, Turma UFCD de LC

Anúncios