“Os Invisíveis” é uma série juvenil que tem o futebol no centro da sua acção: os grandes jogos e os momentos de exaltação colectiva, mais os seus bastidores, o que se passa nos treinos, nos balneários, na vida privada dos craques (Hulk, Helton, Cardozo, Saviola e Liedson comparecem nas três primeiras histórias), e também o que se passa nas suas zonas mais escuras e mal frequentadas.
Os protagonistas principais são três jovens “Invisíveis” (assim chamados por nunca se darem a ver), um de cada um dos nossos três maiores clubes (FC Porto, Benfica e Sporting), e que agem por conta de uma organização internacional que investiga os ditos ficheiros secretos do futebol.
Esses “Invisíveis” têm entre 14 e 16 anos (altura em que devem ceder o seu lugar). As suas acções caracterizam-se pela discrição e a eficácia, os seus recursos são a argúcia, a arte do disfarce e a mais avançada nanotecnologia, nomeadamente um telemóvel de sonho, que executa as funções mais improváveis.
É certo que esta série tocará fundo em todos os jovens adeptos do futebol. Porém, dada a qualidade dos enredos e o modo como eles articulam o jogo com a vida, integrando aspectos da problemática adolescente, como, por exemplo, a turbulência de outras paixões (as quais, frequentemente, colidem com a paixão pelo futebol), “Os Invisíveis” é também uma série recomendada a todos os adeptos da leitura.

Os Invisíveis – A Profecia
de Álvaro Magalhães
Edição: 2009
Editor: Quidnovi
ISBN: 9789896281656
Colecção: Os Invisíveis

Anúncios