You are currently browsing the daily archive for 20/02/2012.

Simplesmente… Cinderela

Cinderela é uma rapariga muito bonita. Ela gosta de se vestir à rebelde: minicalções, camisa amarrada, colete e calças rasgadas. Por onde passa, todas as pessoas ficam a olhar para ela. Então, dos rapazes, nem se fala! Ela tem uma madrasta, que a põe de castigo mas ela, como é rebelde, fecha a porta do quarto e fica ao computador a falar com os amigos…

Tiago, 6º5

Cinderela modernizada

Era uma vez uma menina, chamada Cinderela, que usava camisolas com decote, minissaias, leguins, sapatos de salto alto fininho e cabelo solto. Passeava com as amigas, ia à discoteca, almoçava fora, frequentava as salas de cinema e fazia um pouco de desporto. Do que gostava mais era de ir ao Shopping, com as suas amigas chiquíssimas, comprar sapatos, roupas e perfumes. A sua rotina diária era muito cansativa: acordar tarde, tomar o pequeno- almoço na cama, tomar banho, vestir-se, ir às compras, almoçar num restaurante caro e ficar na discoteca, a dançar, até à meia-noite. Quando chegava a casa, petiscava qualquer coisa e deitava-se na cama fofinha, a ver televisão e a mandar mensagens ao namorado.

Rafael, 6º5

Cinderela dos nossos dias

Por estes dias existe uma bela menina, que tem o nome de Cinderela. Ela tem cabelo preto, olhos verdes e pele morena. Cinderela apenas gosta de usar sapatos altos de marca com roupas que custam mais de mil euros. O seu dia-a-dia resume-se, nada mais, nada menos que passar horas e horas no shopping, a fazer compras. Ela é muito cuidadosa com o seu corpo e com a saúde. Gosta de comprar muitos tipos de cremes e até vai a um nutricionista. Nos seus aniversários, dá festas de arromba, onde vão cantores, atores e até estilistas profissionais. Tudo gente famosa! Cinderela tem um cão minúsculo, chamado Twisty, que tem o seu próprio quarto e uma empregada privativa. No dia de S. Valentim, Cinderela recebeu centenas de cartas, metade delas anónimas, mas as outras com os nomes dos seus “admiradores”. Não se dá ao trabalho de responder! Diz que não tem tempo…

Madna Gonçalves – 6º5ª

Cinderela dos nossos dias

Certo dia, Cinderela ia para a escola com uma minissaia e um caicai. A madrasta recomendou:

– Está frio. Veste um casaco!

– Olha, já tenho idade para me vestir como eu quiser. Eu não sou como tu, sua cota.

– Não é preciso falar assim. Tens de ser educada!

– Não fales assim com a mãe – repreenderam, em uníssono, as irmãs. –

Vocês as duas, se não quiserem apanhar, deixem-me!

Cinderela saiu, batendo com a porta. No caminho, todos os rapazes lhe diziam:

-Eh lá! Estás toda descapotável.

Mas ela não fez caso. Sabia que o seu grupinho de amigas ia adorar! Nesse dia, depois de apanhar uma chuvada, chegou a casa com febre.

Calilo, 6º5

A nova gata borralheira

É uma mulher elegante, com cabelos compridos de cor castanha e com madeixas roxas. Tem um nariz médio e lábios pequenos, cor-de-rosa. Olhos redondos, castanho claro. Veste sempre vestidos curtos e anda sempre com sapatos de salto alto. Às vezes perde um… É uma mulher muito atarefada. De manhã levanta- se à uma da tarde. Servem-lhe o pequeno- almoço “almoçarado” na cama, enquanto vê desenhos animados na televisão. Depois, levanta-se e vai dar um mergulho na sua piscina. Veste-se. Vai ao cabeleireiro arranjar o cabelo e as unhas dos pés e das mãos. Quando se despacha, vai lanchar com as amigas chiquérrimas. De seguida, vai para o Spa tomar um banho de chocolate. Faz uma massagem, limpeza facial e sauna. À noite, janta com as amigas. Vai para a discoteca e dança até tarde. Chega a casa muito cansada e a coxear. Perdeu, novamente, o sapato. Quem será que o encontrou desta vez?

Marta Mocho 6º5ª

Cinderela radical

Passados muitos, muitos anos, nasceu uma linda menina, ainda familiar da Cinderela princesa, mas muito diferente! A Cinderela radical! Já crescidinha, passou a viver independente. Nos seus melhores dias, quando vai para a rua, está com o cabelo pintado de vermelho, os lábios pretos e as unhas salpicadas de azul. Parece um arco-íris. Hoje vestiu um tope laranja, uns minicalções azuis, uns colans de rede e umas botas de cabedal. A casa é de luxo! Tem piscina, um relvado bem cuidado e uns animais exóticos, que por ali andam. Saiu a correr. Foi para o seu carro descapotável, vermelho, e ligou a música aos berros. Quando chegou ao trabalho, gritou com o patrão e foi despedida. Mais lá para a noite, foi jantou no McDonald e comeu um hambúrguer dos grandes. Depois foi para casa, deitou-se na cama a ver televisão e adormeceu.

Beatriz, 6º5ª

photo credit: jaci XIII via photopin cc
photo credit: Basileu França via photopin cc

Anúncios
De livros 2012

Breve História de Quase Tudo
de Bill Bryson
Edição: 2009
Páginas: 496

Sinopse
Uma pesquisa digna de um mamute, anos de investigação e como resultado… o Big Bang, os dinossauros, o aquecimento global, a geologia, Einstein, os Curies, a teoria da evolução, a gasolina com chumbo, a teoria atómica, os quarks, os vulcões, os cromossomas, o carbono, os organismos ediacaranos, a descontinuiade de Moho, o ADN, Charles Darwin e um zilião de outras coisas. Em linguagem não demasiado científica, sempre clara e com as devidas anotações, o leitor é conduzido, por este autor extremamente divertido e bem informado, numa viagem através do tempo e do espaço, cujo prato forte é também revelar-nos algumas ironias do desenvolvimento científico. Esta é verdadeiramente uma obra que nos dá a sensação de ter o mundo na palma da mão.
Editor: Bertrand Editora
ISBN: 9789722519205

logo_be_15-16

Estatística

  • 2.079.604 visitas

Videoteca - DVD para empréstimo na Biblioteca

dvdcolec
melhornet
Bookmark and Share diigo it

Ler ebooks

Arquivos

Fevereiro 2012
S T Q Q S S D
« Jan   Mar »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829  

Comentários Recentes

SUAN em Provérbios de Maio
khanny merlina em Quantas vezes já pensaste…
joão marcelo nascime… em “Leilão de jardim”…
fhidafhui em Provérbios sobre o São Ma…
Sandy Matos em Provérbios de Setembro
feiradolivro
Anúncios
%d bloggers like this: