1489108_823140244367040_1056779863_nAgora que se aproxima o Natal, é comum o uso de palavras próprias da época, como Pai Natal, bolo-rei e filhó. O problema com estas palavras é que o seu plural nem sempre é corretamente formado.
Começando com o Pai Natal, o plural é «pais natais» e não «pais natal» ou «pai natais». Devemos ainda distinguir entre Pai Natal com maiúscula, quando se refere à «figura representada por um velho de barbas brancas, vestido de vermelho, com origem na lenda de S. Nicolau», e pai natal com minúsculas, quando se trata da «pessoa vestida de Pai Natal» — em qualquer dos casos, sem hífen.
Também o plural de bolo-rei é bolos-reis. Vão geralmente para o plural ambos os elementos de uma palavra composta de dois substantivos, como é o caso deste bolo típico da quadra natalícia.
Já no caso da filhó, aqui o erro é ainda mais frequente. É muito comum a utilização de filhós no singular («uma filhós»), que no plural se transforma em filhoses. Há já mesmo dicionários que registam estas duas formas. Contudo, o mais correto deverá ser filhó (singular) e filhós (plural).