You are currently browsing the tag archive for the ‘A Bela Moura’ tag.

Conclusão do conto «A Bela Moura» de Alice Vieira:

A Bela Moura reparara que algo estava mal. Então saiu do cavalinho real e, sem saber bem para onde ir, procurou o palácio do pai do Conde Florival.
Finalmente, a princesa encontrara o seu amado e diz-lhe :
– Mas, meu amado, o que fazeis aqui com essa mulher?
– As minhas desculpas. Quem sois, senhora?- pergunta o Conde sem se lembrar.
– Não me quereis explicar porque falais com o meu príncipe?- interrompeu a velha, olhando para uma flor com um sorriso malvado.
Isso deu uma ideia à linda princesa, que arrancou uma flor e cantou :

Eu bem te avisei…
Com carinho esperei.
Mas, sem saberes, o meu coração partiste
E eu fiquei triste,
Mas, agora, eu sei que te vais recordar
Do meu olhar de amor
E, sem dor, te voltarás a lembrar…
O Conde olhou para a Bela Moura e bastou uma palavra para abençoar a felicidade dos dois : AMO-TE .
Alice Silva 6.º 5.ª  n.º1

logo_be_15-16

Estatística

  • 2.111.181 visitas

Videoteca - DVD para empréstimo na Biblioteca

dvdcolec
melhornet
Bookmark and Share diigo it

Ler ebooks

Arquivos

Janeiro 2020
S T Q Q S S D
« Dez    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Comentários Recentes

SUAN em Provérbios de Maio
khanny merlina em Quantas vezes já pensaste…
joão marcelo nascime… em “Leilão de jardim”…
fhidafhui em Provérbios sobre o São Ma…
Sandy Matos em Provérbios de Setembro
feiradolivro
%d bloggers like this: