You are currently browsing the tag archive for the ‘Colecção Grandes Líderes’ tag.


NEHRU

O nosso principal interesse nos assuntos mundiais é a paz — fazer com que haja igualdade racial e que os povos subjugados se tornem livres. Quanto ao resto, procuramos não interferir e desejamos que outros povos não interfiram em nossos assuntos. — JAWAHARLAL NEHRU
Não mudaremos o curso da História virando os rostos dos retratos para a parede. – JAWAHARLAL NEHRU

A luta pela independência da índia firmou o renome de heróis quase lendários, como Mohandas Gandhi. Mas nenhum deles marcou o destino do país como Nehru, seu primeiro governante. Administrador da difícil transição no final do período colonial, ele encetou os caminhos da modernização e projectou a Índia para uma posição destacada na comunidade internacional.
Jawaharlal Nehru nasceu numa abastada família brâmane de Caxemira, em 1889, e estudou advocacia na Inglaterra. De volta à Índia, o jovem advogado conheceu Gandhi e engajou-se no movimento pela independência, chegando a ser o presidente do Congresso Nacional Indiano, a principal organização de oposição ao controle britânico. Primeiro-ministro a partir de 1947, quando os ingleses deixaram o país, Nehru cunhou o modelo político e económico indiano com fortes matizes socialistas, enfrentou os conflitos religiosos e étnicos internos, e os atritos de fronteira com a China e o Paquistão. No comando de um país castigado pela extrema pobreza da maioria da população, ele foi capaz de colocar as preocupações nacionais dentro de uma perspectiva internacional. Defensor da política de não-alinhamento em relação às superpotências, converteu a índia em um país líder do Terceiro Mundo.
Quando morreu, em 1964, tamanha era a popularidade de Nehru que se criou uma espécie de dinastia. A sua filha, Indira, o substituiu como primeiro-ministro. Quando ela foi assassinada em 1984, seu filho Rajiv Gandhi ascendeu ao poder.

Anúncios


GORBACHEV
Em vez de esperar os próximos dez ou quinze anos desenvolvendo novas defesas espaciais, que pretensamente visam inutilizar armas nucleares, não seria mais sensato eliminar essas armas? – MIKHAIL GORBACHEV

Quando Mikhail Gorbachev se tornou secretário-geral do Partido Comunista e líder da União Soviética, em 1985, muitos observadores internacionais anunciaram o começo de uma nova era no governo soviético. Finalmente surgira uma figura jovem e dinâmica, que dispensava muitos dos enfadonhos protocolos apreciados pelos seus predecessores e apontava abertamente alguns delicados problemas domésticos, como a ineficiência da indústria e da agricultura soviéticas, e o alto índice de alcoolismo no país.


FERNANDO E ISABEL
Se fosse permitido dizer que entre pessoas mortais um espírito poderia habitar dois corpos, estes são os dois corpos governados por um espírito e uma vontade. — PEDRO MÁRTIR
Quando começaram seu reinado, tudo o que eles tinham eram sonhos de glória e a visão de um reino unificado. Ainda assim, a partir dos fragmentos que compunham a Espanha medieval do século XV, o rei Fernando e a rainha Isabel construíram as bases de um Estado.
Fernando, filho do rei de Aragão, recebeu a educação condizente com a de um herdeiro do trono, mas Isabel, filha da segunda mulher do rei de Castela, que passou a infância isolada da corte por seu meio-irmão, teve que lutar para conseguir sua coroa. Os dois casaram-se secretamente, e sem o consentimento do rei Henrique IV, em 1469. Depois de uma luta de dez anos para assegurar o trono de Castela para Isabel, eles consolidaram seu poder destruindo as bases de apoio dos nobres, instituindo reformas na Igreja Católica da Espanha e na economia e desenvolvendo uma administração centralizada. Em 1478, os monarcas introduziram a Inquisição no reino para eliminar os hereges e, em 1492, derrotaram os mouros em Granada, libertando a Espanha da dominação estrangeira. Isabel patrocinou, nesse mesmo ano, uma viagem exploratória para o oeste, capitaneada por Cristóvão Colombo.
Mais tarde, seguindo um elaborado plano dinástico, Fernando e Isabel conseguiram para seus filhos casamentos que os uniram às principais casas dirigentes da Europa. O desgosto provocado por várias tragédias familiares, entretanto, deixou marcas em Isabel, que morreu em 1504. Fernando, então, consumiu os últimos doze anos de sua vida forjando alianças europeias e tentando estabelecer o controle da Espanha sobre a Itália.
As realizações dos Reis Católicos, e suas próprias vidas, foram entremeadas de altos e baixos. Entretanto, assim como o amor dedicado pelo casal à causa da unificação do reino foi certamente o maior legado deixado aos espanhóis, o apoio na aventura que culminou com o descobrimento da América foi sua grande contribuição à História da humanidade.

logo_be_15-16

Estatística

  • 2.091.100 visitas

Videoteca - DVD para empréstimo na Biblioteca

dvdcolec
melhornet
Bookmark and Share diigo it

Ler ebooks

Arquivos

Outubro 2019
S T Q Q S S D
« Dez    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Comentários Recentes

SUAN em Provérbios de Maio
khanny merlina em Quantas vezes já pensaste…
joão marcelo nascime… em “Leilão de jardim”…
fhidafhui em Provérbios sobre o São Ma…
Sandy Matos em Provérbios de Setembro
feiradolivro
Anúncios
%d bloggers like this: