You are currently browsing the tag archive for the ‘Como se escreve’ tag.


Grama, quanto utilizado como unidade de massa correspondente à milésima parte de um quilograma, é do género masculino. Assim, devemos dizer e escrever «duzentos gramas» e não «duzentas gramas».

Anúncios

text-file-48x48.pngDe encontro a ou ao encontro de

Embora significando coisas diferentes, muitas pessoas utilizam as expressões “de encontro a” e “ao encontro de” de forma indiscriminada.
Ao encontro de tem o sentido de «em busca», «na direcção de», «encontrar-se com», «sair ao caminho», «ir ter com quem vem», «sair à frente de». Ex. «Eles foram ao encontro dos seus amigos [eles foram encontrar-se com os amigos]». Também pode significar «dar solução ou satisfação a», como, por exemplo, «As medidas do governo vão ao encontro das nossas necessidades».
De encontro a tem um sentido de oposição, de ir contra qualquer coisa. Assim, na frase anterior, se escrevermos «As medidas do governo vão de encontro às nossas necessidades», ela passa a significar que as medidas do governo não dão solução ou satisfação às nossas necessidades. Também se escrevermos «Eles foram de encontro aos seus amigos», o que estaremos a dizer é que eles foram contra os seus amigos, ou que lhes deram um encontrão.

text-file-48x48.pngApercebeu-se que ou apercebeu-se de que?

Deve dizer-se  e escrever-se «apercebeu-se de que». Por exemplo: «Ele apercebeu-se de que se tinha enganado a escrever o verbo».

Aperceber-se, como sinónimo de «dar-se conta», «tomar consciência», exige a preposição «de». Já «perceber», no sentido de «compreender», não precisa do «de». Por exemplo: «Ele percebeu que se tinha enganado a escrever o verbo».

Pode contudo utilizar-se «perceber de» no sentido de «saber muito sobre determinado assunto». Por exemplo: «Ele percebe muito de Matemática».

text-file-48x48.pngDescriminar ou discriminar…

Ambos os verbos existem, a sua utilização é que por vezes não é adequada ao contexto. Assim, descriminar significa descriminalizar (forma preferível), isto é, isentar de culpa, tornar evidente a ausência de crime, absolver. O problema é quando se usa descriminar para designar a acção de tratar mal ou de modo injusto, desigual, um indivíduo ou grupo de indivíduos, em virtude de alguma característica pessoal, cor da pele, classe social, convicções, etc. Neste caso deve usar-se discriminar, para evitar que nos incriminem por tratar mal a língua portuguesa.

logo_be_15-16

Estatística

  • 2.062.612 visitas

Videoteca - DVD para empréstimo na Biblioteca

dvdcolec
melhornet
Bookmark and Share diigo it

Ler ebooks

Arquivos

Abril 2019
S T Q Q S S D
« Dez    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Comentários Recentes

SUAN em Provérbios de Maio
khanny merlina em Quantas vezes já pensaste…
joão marcelo nascime… em “Leilão de jardim”…
fhidafhui em Provérbios sobre o São Ma…
Sandy Matos em Provérbios de Setembro
feiradolivro
Anúncios
%d bloggers like this: