You are currently browsing the tag archive for the ‘Concurso’ tag.

E aqui estão os esperados resultados, depois um imensa participação:

proverbios

1º LUGAR – 5º ANO

Amigo disfarçado, segredo contado.

Raquel Honório, 5º 7ª

Menções honrosas

Quem se porta bem, aprende também.

Diogo Alcaide, 5º 6ª

Deitar cedo e cedo erguer, as novelas não dá para ver.

Ana Lopes, 5º 3ª

1º LUGAR – 6º ANO

Mais vale bem comportar do que ao AGIR ir parar.

Liliana Moreira, 6º 2ª

Menções honrosas

Quem em novo não trabalha, em velho não tem reforma.

Catarina Anacleto, 6º 5ª

Mais vale estudar do que mais tarde roubar.

Artinísio Cá, 6º 11

1º LUGAR – 7º ANO

Em terra de desesperados, quem tem sonhos é rei.

Rita Pedro, 7º 9ª

Menções honrosas

Juntam-se as comadres, perdem-se as tardes.

Mariana Paulos, 7º 1ª

Em terra de cegos, quem tem um olho é vesgo.

André Cara D’Anjo, 7º 1ª

1º LUGAR – 8º ANO

Mãos frias, coração quente… É febre. Estou doente!

Catarina Santos, 8º 9ª

Menções honrosas

Deitar cedo e cedo erguer, levantas-te sem te poderes mexer.

Érica Reis

Quem não faz por gosto, pouco alcança.

Raquel Ferreira, 8º 3ª

1º LUGAR – 9º ANO

Longe da vista, nunca se conquista.

João Jaime, 9º 4ª

Menções honrosas

Ladrão que rouba ladrão, tem mais inteligência que coração.

Verónica Fonseca, 9º 2ª

Stor que ralha, tem sempre razão.

Renato Gomes, 9º 8ª

1º LUGAR – CEF

É mais fácil na escola estudar do que nas obras martelar.

Max Weber, Turma D

Menções honrosas

É melhor as regras da escola cumprir do que ir para o AGIR.

Rafael Ramos, Turma D

Professor fora, dia santo na escola.

Tiago Tavares, Turma A

1º LUGAR – PROFESSORES

Ideia tola em cabeça dura, tanto insiste que satura.

Marina Gavinho

Menções honrosas

Quem o alheio avalia, fica com azia.

Luís Sérgio Mendes

De livro aberto, se engana um chico-esperto.

Carlos Pinheiro

Anúncios

REALISTAS OU REINVENTADOS!

Aqui está uma forma de mostrares que és criativo e tens sentido de humor. Propomos-te que, a partir de provérbios portugueses, escrevas outros, adequados à nossa realidade . Aqui ficam alguns exemplos:

Provérbio português:
“Grão a grão, enche a galinha o papo.”
Exemplo:
Livro a livro, se faz um leitor.

Provérbio português:
“Depois da tempestade, vem a bonança.”
Exemplo:
Depois da tempestade, vem a gripe.

Provérbio português:
“Longe da vista, perto do coração.”
Exemplos:
Longe da vista, difícil de ver.
Longe da vista, perto do Messenger.

QUEM PODE PARTICIPAR?
O concurso está aberto a alunos, professores e funcionários da escola.

QUAIS SÃO OS PRÉMIOS?
Os prémios são livros, havendo prémio para os três primeiros classificados de cada uma das categorias:

  • Alunos do 2.º ciclo
  • Alunos do 3.º ciclo
  • Professores e funcionários

Para além disso, os melhores provérbios serão publicados aqui e no jornal da escola.

PRAZOS:

O concurso decorre até ao dia 30 de Outubro. Os vencedores de cada categoria serão divulgados no dia 3 de Novembro.

COMO PARTICIPAR:

Envia os teus provérbios como comentário a esta mensagem (não esquecendo de indicares o teu nome e turma) ou solicita na Biblioteca ou à tua professora de Língua Portuguesa o impresso de participação.

Mais provérbios portugueses:
No dia de S. Martinho vai à adega e prova o vinho.
No dia de S. Martinho mata o teu porco e prova o teu vinho.
No dia de S. Martinho: lume, castanhas e vinho.
Em Novembro, prova o vinho e planta o cebolinho.
Cava fundo em Novembro para plantares em Janeiro.
Nuvens em Setembro: chuva em Novembro e neve em Dezembro.
Tudo em Novembro guardado; em casa ou arrecadado.
A cada Bacorinho, vem seu S. Martinho.
Não há bacorinho sem seu S. Martinho.
Pelo S. Martinho todo o mosto é bom vinho.
Pelo S. Martinho, deixa a água pró moinho.
Quem bebe no S. Martinho faz de velho e de menino.
Queres pasmar o teu vizinho? Lavra e esterca p’lo S. Martinho.
Se o Inverno não erra caminho, têmo-lo pelo S. Martinho.
Quem anda à chuva, molha-se.
Tanta chuva pelas candeias, tantas abelhas pelas colmeias.
No Outono o Sol tem sono.
Quem planta no Outono, leva um ano de abono.
Nunca digas desta água não beberei.
O que a água dá, a água levará.
Dinheiro compra pão, mas não compra gratidão.
Em casa em que não há pão todos ralham e ninguém tem razão.
Em Outubro sê prudente: guarda pão, guarda semente.
Casa de pais, escola de filhos.
Alto mar e não de vento, não promete seguro o tempo.
Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades.
Não há mau tempo senão quando faz vento.
No tempo do cuco, tanto está molhado como enxuto.
O tempo é o melhor Juiz de todas as coisas.
Mais vale perder um minuto na vida do que a vida num minuto.
Mais vale um gosto na vida, que três reis na algibeira.
A conselho amigo, não feches o postigo.
Amigo deligente, é melhor que parente.
Amigo disfarçado, inimigo dobrado.
Amigo que não presta e faca que não corta: que se percam, pouco importa.
Amigo verdadeiro vale mais do que dinheiro.
Amigos, amigos, negócios à parte.
Ao rico mil amigos se deparam, ao pobre seus irmãos o desamparam.
Aquele que me tira do perigo, é meu amigo.
As boas contas fazem os bons amigos.
Bocado comido não faz amigo.
Defeitos do meu amigo, lamento mas não maldigo.
Em tempo de Figos, não há amigos.
Muitos conhecidos, poucos amigos.
Não há maior amigo do que Julho com seu trigo.
No aperto do perigo, conhece-se o amigo.
Os amigos são para as ocasiões.
Quem seu amigo quiser conservar, com ele não há-de negociar.
Quem te avisa, teu amigo é.
Quem tem amigos, não morre na cadeia.
Quem não arrisca, não petisca.
Deitar cedo e cedo erguer, dá saúde e faz crescer.
Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura.
Deus dá nozes a quem não tem dentes.
Quem diz o que quer, ouve o que não quer.
Mais vale tarde, do que nunca.
Não deixes para amanhã, o que podes fazer hoje.
Quem canta, seus males espanta.
A ocasião faz o ladrão.
Mais vale um pássaro na mão, do que dois a voar.

Os CTT, em parceria com o Plano Nacional de Leitura, voltam a lançar o programa de dinamização de escrita e leitura “Onde te leva a imaginação?”.

Este programa tem como objectivos incentivar a leitura e desenvolver o poder imaginativo e criativo das crianças através da escrita e da ilustração.

Pretende-se abranger três níveis de educação e ensino: Educação Pré-escolar, 1º Ciclo do Ensino Básico e 2º Ciclo do Ensino Básico.

Para cada nível de educação e ensino, são propostas actividades de leitura com recurso a obras recomendadas pelo Plano Nacional de Leitura, bem como actividades relacionadas com conteúdos CTT.
Mais informações aqui.

logo_be_15-16

Estatística

  • 2.080.088 visitas

Videoteca - DVD para empréstimo na Biblioteca

dvdcolec
melhornet
Bookmark and Share diigo it

Ler ebooks

Arquivos

Agosto 2019
S T Q Q S S D
« Dez    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Comentários Recentes

SUAN em Provérbios de Maio
khanny merlina em Quantas vezes já pensaste…
joão marcelo nascime… em “Leilão de jardim”…
fhidafhui em Provérbios sobre o São Ma…
Sandy Matos em Provérbios de Setembro
feiradolivro
Anúncios
%d bloggers like this: