You are currently browsing the tag archive for the ‘Língua Portuguesa’ tag.

1489108_823140244367040_1056779863_nAgora que se aproxima o Natal, é comum o uso de palavras próprias da época, como Pai Natal, bolo-rei e filhó. O problema com estas palavras é que o seu plural nem sempre é corretamente formado.
Começando com o Pai Natal, o plural é «pais natais» e não «pais natal» ou «pai natais». Devemos ainda distinguir entre Pai Natal com maiúscula, quando se refere à «figura representada por um velho de barbas brancas, vestido de vermelho, com origem na lenda de S. Nicolau», e pai natal com minúsculas, quando se trata da «pessoa vestida de Pai Natal» — em qualquer dos casos, sem hífen.
Também o plural de bolo-rei é bolos-reis. Vão geralmente para o plural ambos os elementos de uma palavra composta de dois substantivos, como é o caso deste bolo típico da quadra natalícia.
Já no caso da filhó, aqui o erro é ainda mais frequente. É muito comum a utilização de filhós no singular («uma filhós»), que no plural se transforma em filhoses. Há já mesmo dicionários que registam estas duas formas. Contudo, o mais correto deverá ser filhó (singular) e filhós (plural).

phpThumbO documentário «Além de Nós» é uma viagem sobre a importância estratégica da língua portuguesa em algumas partes do mundo.
Na Ásia, a língua de Camões é uma raridade linguística. Assim, muitos jovens chineses aprendem o português nas universidades para garantir um emprego bem pago em empresas com negócios em África ou no Brasil. Na universidade de Xangai, os estudantes conseguem ser fluentes ao fim de dois anos, como Leonor que nunca tendo lido um romance em português encontra na internet as novelas e as canções em moda em Portugal.
Em Macau, Lao e Inácia acreditam que ainda vale a pena estudar para ser professora de português. A divulgação da língua portuguesa é hoje maior na antiga concessão do que há dez anos, altura em que Macau passou a estar sob soberania da China. Essa valorização da língua está relacionada com a globalização e os interesses económicos da China e de potências emergentes como o Brasil e Angola.
No Brasil, por exemplo, está a ser implementada uma universidade afro-brasileira na pequena cidade de Redenção, segundo um projeto do próprio Lula da Silva. Visa a formação de quadros dos Palop num esforço para fortalecer as relações do Brasil com o resto do mundo lusófono. O Brasil, que nesse universo assume por vezes um papel de vanguarda, concentra na cidade de São Paulo o maior número de falantes de português no mundo, mantendo aberto ao público e com enorme sucesso o único Museu da Língua Portuguesa.
Em Angola, a reconstrução do país passa pelo investimento na educação. As autoridades angolanas não querem perder o vínculo com a língua portuguesa, uma verdadeira língua franca que permite a comunicação entre várias etnias do território. Jovens professores portugueses estão na cidade do Namibe desde Setembro no âmbito do projeto de cooperação ?Saber Mais?. Inês Monteiro foge ao desemprego em Portugal e descobre pela primeira vez África. Outros vivem numa contínua ?cruzada?, como o professor de química Pedro dos Santos. Há ainda os que procuram a aventura e desafio, ou a simples experiência do ?outro? , de outra cultura, como o professor e escritor Miguel Gullander. Na verdade, procuram todos ir mais além no âmbito desta iniciativa conjunta entre Portugal e Angola em que a língua não é um fim em si mas um meio de cooperação.
Para o comum dos portugueses, ?a língua é a continuação do império por outros meios? – refere o ensaísta Miguel Tamen no documentário. Essa, diz é uma visão que tem de mudar pois fora de Portugal a realidade é outra coisa.
O documentário, inteiramente produzido pela RTP foi rodado nos últimos seis meses. A autoria e a realização é de Anabela Saint-Maurice e a produção de Ana Lucas.
Neste projeto a RTP contou com o apoio da Fundação Macau, da televisão de Macau (TDM) e da Televisão Pública de Angola (TPA), entre outros.
Uma viagem sobre a importância estratégica da língua portuguesa em algumas partes do mundo…

O Museu da Língua Portuguesa convida-te para uma viagem pela nossa língua, que começa no ano 4000 a. C. e vai até ao século XVI. Clica na imagem para começares.

viagem

Já está definido o calendário das provas de aferição deste anos electivos, que se realizarão nos seguintes dias:

Língua Portuguesa –  5 de Maio, quarta-feira,10h00

Matemática – 7 de Maio, sexta-feira, 10h00.

As Provas de Aferição de Língua Portuguesa e de Matemática dos 1.º e 2.º Ciclos do Ensino Básico visam avaliar o modo como os objectivos e as competências essenciais de cada ciclo estão a ser alcançados pelo sistema de ensino. A informação que os resultados destas provas fornecem mostra-se relevante para todos os intervenientes no sistema educativo, alunos, pais, encarregados de educação, professores, administração.

Podes ver aqui alguns exemplos das provas dos anos anteriores:


1.º  ciclo

Língua Portuguesa

Provas 200920082007200620052004200320022001

Matemática

Provas 200920082007200620052004200320022001


2.º  ciclo

Língua Portuguesa

Provas 200920082007200620052004200320022001

Matemática

Provas 200920082007200620052004200320022001

Aos poucos, as ferramentas web 2.0 começam a «invadir» a sala de aula, potenciando novas formas de interacção professor/aluno e aluno/aluno, alargando no tempo e no espaço as oportunidades para aprender, estimulando uma postura colaborativa na construção do conhecimento e demonstrando como a tecnologia pode ser um poderoso instrumento de aprendizagem. O caso mais recente na nossa escola é o Espaço 7, um blogue de Língua Portuguesa do 7.º ano, do professor Luís Sérgio. A merecer uma visita atenta.

História criada colectivamente pelo: Bernardo, Crislandra, Kelson, Rita, Victor, e Zenaida, nas aulas de Apoio Pedagógico Acrescido de Língua Portuguesa do 5.ºano, turma 12.ª, com o Professor David Luna de Carvalho no ano lectivo 2007-2008.

Um excelente recurso em linha para o estudo da língua portuguesa. «Este sítio permite pesquisar fácil e rapidamente mais de 45 milhões de palavras em mais de 50 000 textos em português dos Trezentos (1300s) aos Novecentos (1900s). A interface permite pesquisar palavras exatas ou frases, curingas, lemas, classes gramaticais, ou qualquer combinação do antes mencionado. Proporciona também a pesquisa de palavras vizinhas (collocates) com um máximo de dez palavras de cada lado (ex. todos os substantivos perto de cadeia, todos os adjetivos perto de mulher, ou todos os substantivos perto de girar).» Disponível aqui: http://www.corpusdoportugues.org

logo_be_15-16

Estatística

  • 1,841,083 visitas

Videoteca - DVD para empréstimo na Biblioteca

dvdcolec
melhornet
Bookmark and Share diigo it

Ler ebooks

Arquivos

Maio 2017
S T Q Q S S D
« Abr    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Comentários Recentes

SUAN em Provérbios de Maio
khanny merlina em Quantas vezes já pensaste…
joão marcelo nascime… em “Leilão de jardim”…
fhidafhui em Provérbios sobre o São Ma…
Sandy Matos em Provérbios de Setembro
feiradolivro
%d bloggers like this: