You are currently browsing the tag archive for the ‘Semana dos afectos’ tag.

5ano

Depois de um demorado trabalho do júri (houve mais de uma centena de participações), já podemos divulgar os resultados do concurso literário da Semana dos Afectos. A entrega dos prémios será no dia 18 de Março, pelas 9h30. Aqui ficam os nomes dos vencedores em cada categoria:

5. ano:

Diana Tina

_______________

6.º ano:

Ruben Alxandre

_______________

7. º ano:

José Carlos

_______________

8.º ano:

Daniela Silva

_______________

9.º ano:

Sara Alves

_______________

Prémio de participação no blogue:

Pedro Barros

p1040183
Querias uma carta de amor?
Fica a saber que o AMOR
Tem mil faces!
E a mais bela é a que chega
Numa palavra amiga,
Num olhar atento,
E às vezes
Num silêncio que se respeita.
Agradeço a todos os
Meus AMORES,
O Amor que me dedicam…
Todos os dias!

Zilda Mesquita

8

PARA TI, MANEL,

Os teus paços leves
Sobreçaltam a noça alma.
Mergulhamos num turpor prufondo
Carregado de desejo.
Estranho é…
Que ao mordermus as palavras
Que noça garganta trava
Sentimos…
O doce paladar a Fresky.
Anciozamente aspiramos
Ligando o turbo do aspiradôr a vapôr…
Que comprámos ultimamente no Rádio Popular.
Sim… porque nós é que não çomos parvas…
nem forretas.
Teu ar grizalho são flocos de neve
Que acalmam o noço fogo
E baixão o nosso colesterol.
Tudo em ti enternesse a noça alma
e o nosso ser todo ( ,rins, esquleto,
e demais orgãns, entre outros, ).
Quando pensamos em ti
Apodérace tal desorientassão
Que sermos mutiladas com vidros (… nos pés)
É apenas um pequeno devaneio.
Tremem-nos os joêlhos
Quando entras sorridente
Ofuscando-nos com todo o teu
esplendor!

Organização Fresky-Vampiros

29/01/2009

Queridos Fernándo, Enrique e Flipe,

Flipe, sentímos a tua auzênssia.
O teu instrumento, o teu longo instrumento,
tirános do çério. Cem ti, a alegria isvaisse.

Fernándinho, ou melhor, Nándinho,
As horas que paçamos de volta do teu instrumento…
Aqueces-nos a vós.
Gritamos a compaço. Exigimos pandeirétas.

Enrique, a tua posiçam perturbanos a alma.
Marabilha do iquelibrio umano.
Trememos quando tu osxilas e saltas para a prancha.
Agarrem-nos… queremos mergulhar.

Seguranos, Esabel, senão perdemos a vós.

Assin.: As coristas ou melhor, as bem conhessidas e famósas
as Paçarinhas da PAN

____________________________________________________

Escrevo junto ao coração…
O que quer dizer que escrevo com as costelas e parte do esterno.
Também gostava de escrever com o coração, mas ainda hoje mesmo ouvi que é muito saboroso em strogonoff.
Outros dizem que é muito bom em vinha-de-alhos.
Cá para mim, gosto mesmo é de rins… de coelho, de preferência.
Mas voltando ao assunto do coração…
Bate, bate-me e eu anseio
eu aspiro
por ti…
por ti, minha beleza, que me
avisas com o teu mavioso trim, trim que acabou o dia e que posso ir para casa e que…
mais umas horas, posso ver o Dexter, meu psicopata preferido e meu entretenimento nocturno mais recente.
É assim o meu amor pelo meu coração, que espero que bata por muitos e longos…

LF 29/01/2009

____________________________________________________

CARTA DE AMOR ou será CANTIGA DE AMOR?

Sempre bem-disposta
Sempre amiga
Galhofa para a direita
Galhofa para a esquerda
Ai não me sai nada
És espectacular.
Sei lá…
De tudo um pouco.
E viva o amor.
Engraçadinha
Poupadinha
Fofinha
Bonitinha…
É a nossa Helena Farinha.
Carta escrita por 6 pessoas

p1040185

VIVA O AMOR COM PALAVRAS ESCRITAS E FALADAS

Se me disser que me ama, acreditarei.
Mas se me escrever que me ama,
Acreditarei ainda mais.

Por isso HOJE e SEMPRE…

…Mate saudades, peça desculpa, aproxime-se.
Recupere o tempo perdido, insinue-se.
Alegre alguém,
Ofereça um “Bom Dia” todos os dias
Faça um carinho,
Um mimo especial.

Use a palavra a todo o instante,
De todas as maneiras.
Sua força é imensurável.

Lembre-se sempre do poder das palavras.

Fev.2009
EB Padre Alberto Neto | RIO DE MOURO

Armando Pereira
Prof. Sénior EVT

11
Apaixonada é a data,
De catorze de Fevereiro,
Dia de S. Valentim,
Santo do amor padroeiro.

É um santo que inspira,
Românticos e apaixonados,
Por consagrar este dia,
A todos os enamorados.

S. Valentim ao amor,
Parece dar mais sentido,
Do que os deuses do mundo,
E até que o próprio Cupido.

Corações, cartões e rosas,
Ou com carinho uma flor,
Oferecem-se nesta data,
Com declarações de amor.

Beijos, abraços, carícias,
Caracterizam este dia,
Sentidos símbolos de afecto,
Onde há ternura e magia.

Que esta bela tradição,
Se mantenha sempre assim,
Dando ao amor distinção,
E honrando S. Valentim !…

Lucília Oliveira

3

AMOR É…

… provocares o meu riso
… trazeres o meu saco pesado para o carro
… insinuares-te quando menos espero
… adormeceres ao meu lado
… veres comigo um filme romântico
… inspirares-me
… ficares à espera que as tuas “meninas” façam as compras
… passearmos de mão dada à beira mar
… cuidares das minhas lágrimas
… ofereceres-me rosas e antúrios
… dizeres que a comidinha está muito boa
… viajarmos juntos até à Finlândia
… seres o companheiro da minha vida
Helena Farinha (2009)

10

Momentos de ternura


Tempo de preparação: um piscar de olhos
Tempo de conservação: toda uma vida

INGREDIENTES
PARA A BASE:
– 1 pessoa especial;
– 1 milhão de provas de confiança;
– quilos de afinidade;
– 1 presença constante;
– muito carinho.

PARA O RECHEIO:
– 1 pitada de saudades;
– 1 abraço caloroso;
– 1 sorriso;
– uma infinidade de palavras afectuosas;
– beijinhos q.b.

MODO DE PREPARAÇÃO:
A BASE:
Pense numa pessoa muito especial na sua vida. Lembre-se de 1 milhão de provas de confiança que ela lhe deu desde sempre. Misture-lhe os quilos de afinidade que sempre houve entre vós. Acrescente o valor da sua presença constante nos bons e maus momentos. Deixe marinar com carinho até sentir saudades dela.

O RECHEIO:
Quando não aguentar as saudades, procure encontrar-se com ela. Envolva-a num abraço caloroso. Tempere com um sorriso e polvilhe-a com uma infinidade de palavras afectuosas. Adicione uns beijinhos e diga-lhe que gosta dela.

SUGESTÃO DO CHEFE:
Saborear cada momento com muita ternura.

Anabela Morais

Uma apresentação dos alunos do 8.º 1.ª, a partir da leitura da obra «A Lua de Joana» e no âmbito da semana dos afectos:

  Visual Poetry - ImageChef.com

Uma carta escrita colectivamente pela turma 8.º 1.ª, inspirada pela leitura da obra A Lua de Joana, e no âmbito da semana dos afectos.

Às “Joanas” de Portugal e do mundo

Nós somos alunos do 8.º 1.ª da EB 2,3 Padre Alberto Neto e estamos a escrever esta carta para dizer que não estão sós, que o caminho da droga é perdido. Compreendemos que podeis sentir-vos sós no meio da multidão. Mas lembrem-se que no meio da multidão há sempre alguém capaz de ajudar, de ouvir as vossas angústias. Basta pedirem ajuda!
A vida é bela e não tão escura como a visualizam. Por isso queremos que ergam a cabeça e vão à luta dia após dia, até vencerem esta batalha chamada DROGA. Queremos dizer-vos que fazeis diferença no mundo e que os laços de amizade da nossa turma chegam também para vós.
Contámos convosco para vivermos num mundo com compreensão, ternura, amor, saudade, amizade… Um mundo repleto de bons sentimentos, onde jamais sentirás necessidade de fugir, de desaparecer de acabar com a vida.
Muitos beijos de todos nós,
A turma 8.º 1.ª
Plano Nacional de Leitura

logo_be_15-16

Estatística

  • 2.111.181 visitas

Videoteca - DVD para empréstimo na Biblioteca

dvdcolec
melhornet
Bookmark and Share diigo it

Ler ebooks

Arquivos

Janeiro 2020
S T Q Q S S D
« Dez    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Comentários Recentes

SUAN em Provérbios de Maio
khanny merlina em Quantas vezes já pensaste…
joão marcelo nascime… em “Leilão de jardim”…
fhidafhui em Provérbios sobre o São Ma…
Sandy Matos em Provérbios de Setembro
feiradolivro
%d bloggers like this: