Decorreu hoje na biblioteca uma sessão com o militar de Abril Augusto Raposeiro, com a participação de 3 turmas do 9.º ano e uma turma do 5.º ano, no âmbito das comemorações dos 40 anos do 25 de Abril.

augusto

O furriel miliciano de cavalaria Augusto Alberto Bento Raposeiro (n. 1951, Estefânia, Sintra) participou na Operação «Fim-Regime» integrado na tripulação da Chaimite Bafafá. Levava consigo horas de discussões sobre Portugal, no «corredor dos furriéis». É reformado, depois de 21 anos de trabalho na Tagol, três na Editorial Notícias e 12 à frente da livraria Astrolábio, que abriu em Mem Martins, onde vive. Estudou no ICL (hoje, ISCAL). Casado, um filho. Orgulha-se de ser filho («como Maia») de um chefe de estação ferroviária e neto de um cabo enfermeiro na batalha de La Lys.

augusto1

No Terreiro do Paço e no Carmo, a Bafafá ficou sempre junto do Posto de Comando, onde o furriel Ilharco se encarregava de comunicações de e para Salgueiro Maia. Essa localização e a cumplicidade do seu camarada permitiram-lhe tomar conhecimento com antecedência das informações mais relevantes e acompanhar a olho nu as reações de Salgueiro Maia. Confessa que, devido a essa proximidade, deu por si por duas vezes a dizer «a um hipotético deus», em jeito de reza: «Fiz isto com boa intenção.»

(Informação biográfica recolhida de Os Rapazes dos Tanques, da Porto Editora)

 

Advertisements